Um dia, um leão aproveitou que o clima estava tranqüilo no water hole e resolveu desabafar com os outros predadores:
- É foda. Fim-de-semana é tudo igual. Eu chego na savana e fico lá sozinho. Não converso com ninguém, ninguém interage. Tô cansado de solidão.
- Eu passo pelo mesmo - disse uma hiena, entre risadinhas nervosas.
O leão só ergueu a sobrancelha e não falou nada. Quem era essa fedorenta para se comparar com ele? Continuou:
- Eu sou um cara bacana, boa pinta, bom papo. O que será que tem de errado comigo? Será que eu fedo? – perguntou-se, olhando para a hiena, que continuava rindo.

Uma zebra, na outra margem, ousou se intrometer na conversa:
- Olha, me desculpa, não pude deixar de ouvir. Posso dar minha opinião?
- Manda.
- Eu acho que você é muito exuberante.
- Como assim?
- Essa juba maravilhosa toda, esse corpo sarado, essas presas, essas garras. Tudo isso assusta. A gente, que não tem nada disso, fica desconfortável. Talvez se você tentasse ser mais simples, não passasse essa imagem arrogante. Até os seus gostos. Carne, carne, carne. Nós, do povo, gostamos de coisas básicas, um bom pastinho, um CD da Ivete Sangalo...
- Eu odeio capim, eu odeio axé.
- Ah, mas capim é supersaudável...

Antes que a zebra completasse a frase, um crocodilo a engoliu, irritado pelo papo vegan.

O leão foi para a casa com aquelas palavras na cabeça. Meditou um tempo e tomou uma decisão. Foi até um barbeiro e ordenou:
- Raspa tudo!
- Mas...

O leão rosnou e o barbeiro não falou mais nada. Passou a máquina zero na juba do rei das selvas, cortou as garras e ainda limou os dentes.

No final de semana seguinte, o leão foi visto, caindo de bêbado, entre gazelas e gnus animadíssimos, dançando ao som de Ivete no Maracanã. Levantava as patinhas para cima e, fingindo ser feliz, gritava.
- Poeira-a! Lê-van-tou pó-ei-ra!

A hiena olhou aquilo tudo e, pela primeira vez, não achou graça de nada


Escrito por Fábio às 09h42
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Mijando na Chuva
Suburbanismos
Quarenta Graus Celsius